Carlos Eduardo Sousa
13 dez

O lendário Dom Pérignon…

Dom Pérignon foi um dos primeiros enólogos a utilizar rolhas para vedar as garrafas, ao invés de pano ou madeira, além de preferir garrafas de vidro mais resistente, que haviam sido recentemente importadas da Inglaterra.

Segundo conta a lenda, a primeira descrição de um vinho espumante teria sido feita pelo monge Dom Pérignon, responsável pela adega da Abadia dos Beneditinos em Hautvilliers, uma cidade no Distrito de Champagne, na França, entre os anos de 1668 a 1715, onde se tornou famoso por sus inovações nas técnicas de vinificação e por sua habilidade de mesclar vinhos.

Sua incrível habilidade em degustar vinhos é em parte atribuída à deficiência visual que o acometeu no final da vida. Dom Pérignon foi um dos primeiros enólogos a utilizar rolhas para vedar as garrafas, ao invés de pano ou madeira, além de preferir garrafas de vidro mais resistente, que haviam sido recentemente importadas da Inglaterra.

Conforme conta a história, numa primavera, Dom Pérignon estava exercitando a sua arte de degustar vinhos que haviam sido fermentados e engarrafados na colheita do inverno anterior.

Durante a degustação, descobriu algumas garrafas com grande quantidade de bolhas. Eufórico com o achado, comunicou o fato aos outros monges, dizendo: “Estou bebendo estrelas”. É por esta razão que muitos rótulos de vinhos espumantes e champanhes são decorados com estrelas, numa simpática referência à frase antológica de Dom Pérignon.

Compartilhar com:


Deixe uma resposta

Entre com seu perfil social



O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
Seu Carrinho